Embaixada da Venezuela em Brasília invadida por apoiantes de Guaidó

Grupo de 20 apoiantes do autoproclamado presidente Juan Guaidó entraram no local. O encarregado de negócios da Venezuela no país, alinhado ao presidente Nicolás Maduro, pediu ajuda.

Um grupo de cerca de 20 venezuelanos partidários do líder oposicionista Juan Guaidó invadiram esta manhã a embaixada da Venezuela em Brasília.

"Companheiros, informo que pessoas estranhas às nossas instalações estão entrando, estão violentando o território venezuelano. Necessitamos de ajuda e de uma ativação imediata de todos os movimentos sociais e partidos políticos", afirmou Fredy Meregote, encarregado de negócios do país no Brasil.

De acordo com Meregote, todos os funcionários da embaixada apoiam Nicolás Maduro como legítimo presidente da Venezuela.

Os invasores, segundo testemunhas, subiram os muros e ocuparam as instalações.

A polícia brasileira não agiu por se tratar, formalmente, de território estrangeiro. Um deputado do PT, Paulo Pimenta, está no local, diz que os invasores "estão fardados, ou seja, são milicianos" e acusa o ministério de relações exteriores do Brasil de ter facilitado a invasão.

Bolsonaro reconheceu Guaidó como presidente da Venezuela. O vizinho do Brasil não tem embaixador no país desde que Maduro ordenou a sua retirada em protesto contra o impeachment de Dilma Rousseff.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG