Duas explosões em mercado de Bagdad fazem 28 mortos

Ataques foram reivindicados pelo Estado Islâmico, que está debaixo de fogo governamental em Mossul.

A explosão de duas bombas fez pelo menos 28 mortos num mercado de Bagdad. Os ataques na capital iraquiana foram reivindicados pelo Estado Islâmico, que as forças governamentais estão a tentar afastar do seu último reduto no Iraque, a cidade de Mossul (norte do país). Os combates têm-se intensificado nos últimos dias.

As duas explosões, incluindo um atentado suicida, atingiram um mercado no bairro de Sinak, segundo a polícia. Uma agência de notícias a favor do Estado Islâmico disse que os atacantes tinham como alvo os xiitas, que consideram apóstatas.

O Estado Islâmico continua a empreender ataques contra a capital iraquiana, onde a segurança é reforçada, mesmo depois de perder a maior parte do território a norte e para oeste que tinha conquistado em 2014.

A recaptura de Mossul irá provavelmente resultar no fim do autoproclamado califado do Estado Islâmico, mas os militantes poderão virar-se para uma luta de guerrilha no Iraque, enquanto planeiam ou inspiram mais ataques no Ocidente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG