Dois europeus morrem em safari. Queriam fazer fotos de elefante

Um belga e um holandês aproximaram-se de um elefante para tirar fotografias

Dois turistas, um belga e outro holandês, foram esmagados por um elefante num parque de vida selvagem na Zâmbia, depois de se terem aproximado muito perto do animal para fotografá-lo, anunciou hoje a polícia.

Os viajantes morreram no sábado num safari no Maramba River Lodge, cidade turística de Livingstone, perto de Victoria Falls.

"Um belga de 57 anos e um holandês de 64 anos morreram quando se aproximaram de um elefante para tirar uma foto", afirmou o porta-voz da polícia Danny Mwale, em comunicado.

Segundo o responsável, as autoridades depararam-se com dois corpos no chão, cheios de ferimentos, quando chegaram ao local.

As identidades dos turistas não foram relevadas.

Os casos de turistas mortos por animais selvagens em safaris em África são muito frequentes.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG