Dois municípios espanhóis pedem encerramento de fronteiras com Portugal

Por causa do surto em Reguengos de Monsaraz, os autarcas de Villanueva del Fresno e Valencia del Mombuey, na província de Badajoz, pedem o encerramento das fronteiras na região e a criação de protocolos de saúde transfronteiriços.

Os municípios de Villanueva del Fresno e Valencia del Mombuey, localizados na província de Badajoz, em Espanha, enviaram uma carta ao delegado do governo espanhol na Extremadura em que solicitam o encerramento de fronteiras com Portugal na área desses concelhos junto ao Alentejo. Em causa está o surto de Reguengos de Monsaraz e o surgimento de novos casos de Covid-19 na região espanhola.

"Solicitamos que os procedimentos para o encerramento das fronteiras e passagens de fronteira no nosso município sejam iniciados com urgência, permitindo apenas a passagem para os trabalhadores transfronteiriços que, por força maior, precisam de fazê-lo diariamente, até que seja estabelecido um protocolo transfronteiriço para o controlo da Covid-19 nas áreas limítrofes", lê-se a carta que os autarcas Ramón Díaz Farías (Villanueva) e Manuel Naharro Gata (Valência) enviaram a Yolanda García Seco, delegada do governo espanhol na Extremadura.

Na missiva, os dois responsáveis políticos pedem ainda que seja elaborado um "protocolo de saúde pública transfronteiriço, bem como a adoção de quaisquer medidas necessárias para o controlo e isolamento da Covid-19".

Embora não o mencionem expressamente, a causa da solicitação dos dois autarcas é o surto que se tem desenvolvido no município português de Reguengos de Monsaraz. Os dados mais recentes indicam que 16 pessoas morreram nesta localidade do Alentejo, situada a 35 quilómetros de Villanueva, e outras 131 ainda estão infetadas com o vírus.

Por esses motivos, os alcaides dos municípios espanhóis afirmam que nos últimos dias testemunharam o surgimento de diferentes surtos e de novos casos positivos em ambos os lados da fronteira entre Extremadura e Alentejo. "Acreditamos ser necessário padronizar protocolos de ação de saúde pública nesses locais. Em algumas partes do país a mobilidade das pessoas está a ser limitada quando há apenas cem casos, devemos pensar em algo semelhante na nossa área de fronteira", apontam.

As fronteiras entre Portugal e Espanha foram reabertas no dia 1 de julho após um longo período de encerramento devido à pandemia, com os governos dos dois países a assinalarem a reabertura precisamente nesta região, em Elvas e na província de Badajoz.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG