Dois mortos e dez desaparecidos devido a chuvas intensas no sul do Brasil

Centenas de pessoas ficaram sem casas no Estado do Rio Grande do Sul

Pelo menos duas pessoas morreram e outras dez estão desaparecidas no sul do Brasil devido às chuvas intensas que afetam a região e que deixaram centenas de pessoas sem casa, informaram no domingo fontes oficiais.

A Defesa Civil do estado do Rio Grande do Sul comunicou a morte de uma criança de dois anos e de um jovem de 20 devido aos deslizamentos de terras que atingiram as suas casas no município de São Francisco de Paula, na serra gaúcha, um dos mais castigados pelo temporal.

O subchefe da Defesa Civil regional, o tenente-coronel Jarbas de Avila, informou que há dez desaparecidos e centenas de pessoas desalojadas, e que sete bairros foram afetados por inundações.

As famílias desalojadas estão a ser acolhidas nos pavilhões desportivos da cidade e em escolas municipais.

Pelo menos 50 mil pessoas estão sem eletricidade na zona da serra gaúcha, enquanto dezenas de estradas foram cortas pelas inundações e queda de árvores em todo o estado.

Exclusivos