A destruição na "cidade das 100 igrejas"

Imagens de drone mostram como as igrejas de Amatrice ficaram destruídas pelo sismo na Itália

Imagens de drone mostraram esta semana o nível de destruição de duas igrejas em Amatrice, um dos municípios mais afetados pelo sismo de 6.2 na escala de Ritcher que atingiu Itália a 24 de agosto.

Amatrice, que era conhecida como "a cidade das 100 igrejas", era apreciada por ter conseguido preservar até agora o estilo arquitetónico dos seus edifícios romanos, medievais, renascentistas e barrocos.

As filmagens mostram que pouco sobrou da igreja de San Francisco, conhecida pelas suas pinturas do séc. XV, segundo o Huffington Post, e da igreja de San Agostin, destacada normalmente pelo alpendre gótico.

Os drones e robots foram usados avaliar os danos internos dos edifícios e para realizar modelos 3D que vão ajudar na reconstrução dos mesmos. Os equipamentos pertencem ao projeto Tradr da Comissão Europeia, que pretende usar tecnologia em situações de emergência.

O sismo de 24 de agosto provocou 295 mortos e foi um dos mais mortíferos dos últimos anos na Itália. A cidade de Amatrice ficou parcialmente destruída e estima-se que 4500 pessoas tenham ficado desalojadas no país.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG