Desapareceu nos Himalaias e foi encontrado vivo 47 dias depois

Jovem natural de Taiwan tinha desaparecido com a namorada durante uma caminhada. Ela não sobreviveu

Liang Sheng Yueh, de 21 anos, e namorada, Liu Chen Chun, estavam desaparecidos há 47 dias. O casal de namorados, natural de Taiwan, tinha chegado ao Nepal em fevereiro, depois de uma viagem à Índia. Ambos tinham sido vistos pela última vez a 9 de março, quando saíram para uma caminhada nos Himalaias, apesar da intensa queda de neve.

No dia 10 de março, as famílias de Liang e Liu esperavam um contacto telefónico, que tinha sido combinado, mas que nunca aconteceu. Cinco dias depois, e em desespero pela falta de notícias, pediram ajuda às autoridades para encontrar o casal. Segundo a BBC, que cita o Taipei Times , os guias dos Himalaias também tentaram colaborar nas operações de buscas, dificultadas pela queda de neve e avalanches esporádicas na região.

De acordo com o site Missing Trekker, que dá conta de caminheiros desaparecidos no Nepal, o casal ter-se-á desentendido nos dias que antecederam a caminhada e discutiram sobre "assuntos triviais". Liu terá mesmo escrito no Facebook "quem me dera não ter acabado aqui".

De acordo com a BBC, a jovem acabou por ser encontrada sem vida, mas o namorado, Liang, estava vivo quando a equipa de salvamento conseguiu alcançá-los, sete semanas depois de terem desaparecido - às 11 da manhã de quinta-feira, hora local, eram seis da manhã em Lisboa. O jovem estava caído numa ravina, a cerca de 2600 metros de altitude, nas proximidades da aldeia de Tipling, na província nepalesa de Dhading. O corpo de Liu Chen Chun foi encontrado a poucos metros do namorado.

Liang foi transportado para o hospital de Katmandu, onde está a receber tratamento hospitalar. Os médicos revelaram que consegue falar, mas devagar, e disse que a namorada terá morrido há três dias. Não tem traumatismos, mas sofreu inúmeras picadas de vermes e insetos. Terá perdido cerca de 30 quilos desde que desapareceu e tinha a cabeça cheia de piolhos e um pé coberto de larvas. Segundo a equipa que o assistiu, terá sobrevivido a água e sal.

Madhav Basnet, que fez parte das operações de busca e salvamento, disse à BBC que os dois jovens terão caído numa zona mais escorregadia do percurso, quando estavam a subir para a aldeia de Ghatlang. Terão ficado presos numa reentrância da montanha e não conseguiram voltar a sair.

Exclusivos