Crianças roubam jipe e fazem 900 kms até serem apanhadas

Grupo de amigos entre os 10 e os 14 anos decidiu fugir no carro de um dos pais. Levaram apenas dinheiro e umas canas de pesca.

Três rapazes e uma rapariga, entre os 10 e os 14 anos, roubaram um jipe ao pai de um deles e percorreram 900 quilómetros em estradas australianas antes de serem detetados. Resistiram à detenção trancando-se no interior do carro, onde tinham canas de pesca e dinheiro.

A história é contada pela BBC e acrescenta que as quatro crianças foram encontradas na cidade de Grafton, este domingo. Tinham deixado a cidade onde vivem - Gracemere, em Queensland - em algum momento durante o fim de semana. Um deles deixou uma nota a avisar a família que se ia embora.

Foi já a cerca de 140 quilómetros de casa que o grupo de amigos foi detetado pela primeira vez: parou numa estação de serviço e alegadamente terá roubado combustível.

O funcionário da bomba de gasolina disse ao Daily Telegraph, de Sydney, que o vídeo de segurança mostrava o jipe a ser conduzido de forma "normal", e que só estranhou a altura do condutor. "Ele é realmente baixo. Mal chega à janela", disse ter pensado na altura.

Entretanto, a polícia avistou o veículo em Glen Innes - uma cidade perto de Grafton - e começou a persegui-lo, mas decidiu parar a operação com receio pela segurança das crianças.

Foi, no entanto, em Grafton que a polícia conseguiu finalmente deter as crianças em fuga, não sem antes ter de usar a força para entrar no carro, uma vez que os amigos se trancaram no interior do veículo.

Uma viagem entre Gracemere, a cidade de onde os jovens partiram, e Grafton, onde foram encontrados, demoraria aproximadamente 10 horas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG