Costa e Marcelo vão a pé para juramento de Guterres

Primeiro-ministro foi encontrar-se com o Presidente da República no hotel One UN New York, de onde seguem para a sede das Nações Unidas.

António Guterres presta hoje juramento como secretário-geral da ONU. Para estar presente em Nova Iorque, o ex-primeiro-ministro português convidou o padre Vítor Melícias e o seu médico pessoal, Leopoldo Matos.

A embaixada convidou João Crisóstomo, que foi mordomo de Jacqueline Onassis, viúva do presidente John F. Kennedy.

O primeiro-ministro António Costa e o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa vão a pé até à sede da ONU em Nova Iorque, a partir do hotel One UN New York.

António Costa, afirmou que este é um dia muito especial e realçou que os desafios de António Guterres vão ser grandes. No entanto, sublinhou: "Maiores os desafios, maiores se revelam os homens".

António Costa aproveitou ainda para dizer que já deu os parabéns a Marcelo Rebelo de Sousa, que hoje completa 68 anos.

"Dei-lhe [os parabéns] logo pela hora de Lisboa", gracejou.

O Presidente da República, por seu lado, vaticinou que vai ser "um grande, grande dia para Portugal e para os portugueses". "Ainda ontem [domingo] dizia no avião ao padre Melícias: Quando reuníamos há 46 anos, quando sonhávamos em salvar o mundo, quem é que pensaria que estaríamos hoje um secretário-geral [das Nações Unidas) e outro Presidente da República? Ninguém, ninguém", disse.

Questionado com quem iria partilhar os charutos - que, durante uma viagem oficial a Cuba, tinha guardado para fumar neste dia - o Presidente da República revelou que, afinal, não vieram com ele na bagagem de Nova Iorque.

"Nem trouxe para não ter a tentação de fumar", afirmou.

António Guterres, que saiu do hotel acompanhado pela mulher, Catarina Vaz Pinto, apenas disse "bom dia" aos jornalistas portugueses que se encontravam no local.

A cerimónia é antecedida por uma homenagem ao secretário-geral cessante, Ban Ki-moon, que fará o seu último discurso como secretário-geral perante o plenário.

Ao final do dia, por volta das 18:00 locais, o Presidente da República oferece uma receção para cerca de 800 pessoas na Sala de Jantar dos Delegados, também na sede da organização.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG