Coreia do Sul vai enviar representante de alto nível ao Norte

Visita servirá para confirmar detalhes tratados durante a visita à Coreia do Sul de uma delegação norte-coreana de alto nível

A Coreia do Sul vai enviar um representante de alto nível à Coreia do Norte para prosseguir a aproximação entre os dois países, mas ainda se desconhece quando, adiantou hoje fonte da presidência sul-coreana.

A visita deste representante, cuja identidade não foi ainda divulgada, "dará reciprocidade à visita da enviada especial da Coreia do Norte, Kim Yo-jong", irmã do líder norte-coreano, durante os Jogos Olímpicos de Inverno, realizados em fevereiro.

O Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, informou esta quinta-feira o seu homólogo norte-americano, Donald Trump, da missão que o executivo de Seul enviará ao seu vizinho do norte.

A viagem do delegado sul-coreano a Pyongyang "servirá para confirmar detalhes tratados durante a visita à Coreia do Sul de uma delegação norte-coreana de alto nível", acrescentou Moon na sua conversa com Trump.

Na sua deslocação ao Sul, Kim Yo-jong transmitiu a Moon um convite para viajar a Pyongyang e participar na primeira cimeira intercoreana em mais de uma década.

Outra delegação de alto nível do Norte visitou na semana passada a Coreia do Sul para o encerramento dos Jogos e assegurou ao Presidente sul-coreano que Pyongyang está disponível para dialogar com os Estados Unidos, que insistiu que a Coreia do Norte deve mostrar um compromisso firme com a desnuclearização antes de iniciar conversações.

Moon está convencido que a atual aproximação entre as duas Coreias, tecnicamente ainda em guerra, pode servir para que Washington e Pyongyang se sentem a falar, após um 2017 marcado por sucessivos testes de armas do regime norte-americanos e uma troca de ameaças com Donald Trump.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG