Congressistas Democratas tentam bloquear estado de emergência

Donald Trump quer desta forma financiar a construção do muro com o México.

Os Democratas na Câmara dos Representantes dos EUA apresentaram hoje uma resolução para bloquear a declaração de emergência nacional emitida pelo Presidente Donald Trump para financiar um muro na fronteira com o México.

Os congressistas Democratas consideram que a declaração de emergência nacional é inconstitucional e iniciaram hoje um processo que poderá determinar um veto à decisão presidencial, se a resolução apresentada for votada favoravelmente na Câmara dos Representantes e no Senado.

A aprovação na Câmara dos Representantes está facilitada pela maioria Democrata, obtida após as eleições intercalares de novembro, mas também a aprovação no Senado é possível, com alguns senadores Republicanos (que estão em maioria) a admitir a possibilidade de uma viabilização do veto a Donald Trump.

Os 47 senadores Democratas precisam de apenas mais quatro votos Republicanos, tendo já garantido o apoio de Susan Collins, senadora Republicana pelo Maine.

A líder Democrata da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, pediu para que membros de ambos os partidos apoiem esta iniciativa, para que "seja aprovada rapidamente".

Esta semana, também vários governos estaduais, liderados pelo da Califórnia, interpuseram processos judiciais contra a declaração de estado de emergência.

Donald Trump declarou estado de emergência, no passado dia 15, depois de o Congresso ter recusado os cerca de cinco milhões de euros que o Presidente exige para construir um muro ao longo da fronteira com o México.

O estado de emergência permite a Trump desviar fundos de vários departamentos estatais para a construção do muro, apesar dos protestos da oposição, que considera que o Presidente está a abusar dos seus poderes executivos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG