Christchurch: atirador agiu sozinho mas pode ter tido ajuda

Polícia da Nova Zelândia tem 250 agentes a acompanhar o caso, revelou o comissário Mike Bush esta segunda-feira.

Numa conferência de imprensa esta segunda-feira de manhã, o comissário da polícia da Nova Zelândia, Mike Bush, afirmou que o homem que matou 50 pessoas em Christchurch agiu sozinho mas poderá ter tido a ajuda de outras pessoas.

Brenton Tarrant foi detido logo após o tiroteio, na sexta-feira. Bush confirmou: "Acreditamos absolutamente que só houve um responsável por este ataque horrível." Mas explicou que a procura por pessoas que tenham ajudado Tarrant é "uma parte muito, muito importante da nossa investigação".

Esta é a maior investigação de sempre da polícia da Nova Zelândia, afirmou Mike Bush. Neste momento, 250 agentes estão a acompanhar o caso, contando ainda com a ajuda do FBI e das autoridades australianas. E sublinhou: "Estamos a fazer uma investigação bastante profunda. Vamos chegar a todos os cantos para garantir que não há mais ameaças".

Exclusivos

Premium

Liderança

Jill Ader: "As mulheres são mais propensas a minimizarem-se"

Jill Ader é a nova chairwoman da Egon Zehnder, a primeira mulher no cargo e a única numa grande empresa de busca de talentos e recursos. Tem, por isso, um ponto de vista extraordinário sobre o mundo - líderes, negócios, política e mulheres. Esteve em Portugal para um evento da companhia. E mostrou-o.