Chefe da Al-Qaeda promete lealdade ao novo chefe dos talibãs

Promessa foi divulgada numa mensagem de áudio de 14 minutos colocada na internet

O chefe da Al-Qaeda, Ayman al-Zawahiri, prometeu lealdade ao novo chefe dos talibãs no Afeganistão, Haibatullah Akhundzada, cujo predecessor foi morto num ataque de 'drone' dos Estados Unidos, divulgou hoje o grupo SITE.

A promessa foi divulgada numa mensagem de áudio de 14 minutos colocada na internet, referiu o grupo norte-americano de informação SITE, que monitoriza as atividades de extremistas.

"Nós juramos lealdade a vós na 'jihad' para libertar cada polegada de terra dos muçulmanos que foram invadidas e roubadas, de Kashgar até a Andaluzia, do Cáucaso até a Somália e África Central, da Caxemira até Jerusalém, das Filipinas até Cabul, e de Bucara até Samarcanda", disse al-Zawahiri.

A mensagem incluía imagens de fundador Al-Qaeda, Osama bin-Laden, que foi morto por forças especiais norte-americanas no Paquistão, em 2011.

Akhundzada foi nomeado pelos talibãs do Afeganistão como seu novo líder no mês passado, numa transição de poder rápida depois de confirmar-se oficialmente a morte de mulá Mansur num ataque de drone dos Estados Unidos em maio, no Paquistão.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG