Centro de controlo de doenças americano reconhece transmissão por aerossóis

Transmissões através de pequenas gotículas que permanecem no ar durante minutos ou até horas podem acontecer em espaços fechados e mal ventilados.

O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos atualizou nesta segunda-feira as suas orientações, frisando que a covid-19 pode ser transmitido por transmissão aérea.

Ou seja, algumas infeções podem ser transmitidas pela exposição ao vírus em pequenas gotículas e partículas, ou aerossóis, que podem permanecer no ar durante minutos ou até horas.

A atualização desta segunda-feira reconhece relatórios publicados que mostraram circunstâncias "limitadas e pouco comuns" em que pessoas com covid-19 infetaram outras que estavam a mais de dois metros de distância.

Nesses casos, o CDC diz que as transmissões ocorreram em espaços fechados e mal ventilados e que muitas vezes envolviam atividades que causavam uma respiração mais pesada, como cantar ou fazer exercícios físicos.

No mês passado, o CDC publicou - mas depois retirou - uma nova versão das suas orientações em que alertava sobre uma possível transmissão aérea do novo coronavírus. Agora, após avanços e recuos, o organismo norte-americano confirma essas indicações.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG