Carta papal com 800 anos explica mudança de local da catedral de Salisbury

A bula do Papa Honório III, que deu autorização para a construção do templo, está em exibição por ocasião dos 800 anos da famosa catedral de Salibsury. Revela que os clérigos da época viviam uma relação conflituosa com os militares.

Uma carta do Papa Honório III, datada do século XIII, dá a conhecer que os clérigos medievais que habitavam a antiga catedral de Old Sarum viviam em conflito permanente com os militares da guarnição do castelo local e que isso foi um dos fatores que levaram à mudança de local do templo, tendo então sido construída, a curta distância, a famosa catedral de Salisbury, onde está guardado um dos originais da Magna Carta. A bula papal está agora em exibição em Salisbury por ocasião da comemoração dos 800 anos da construção da catedral.

A intervenção do papa Honório, autorizando com esta bula a nova catedral, aconteceu depois dos membros do clero reclamarem que os seus serviços estavam a ser prejudicados pelas condições difíceis em Old Sarum, onde ventava muito e existia demasiada humidade. Estavam também insatisfeitos com o telhado da catedral que deixava entrar água e acima de tudo reclamavam da intimidação de soldados estacionados no castelo de Old Sarum. Até alegaram que os fiéis não podiam visitar a igreja porque os guardas do castelo os expulsavam do local por motivos de segurança.

Estas revelações constam da bula papal, escrita em latim, que está em exibição na catedral de Salisbruy, como parte das comemorações que assinalam os 800 anos da sua construção.

A catedral original tinha sido criada quando o Conselho de Londres decretou em 1075 que a cadeira do bispo deveria mudar-se de Sherborne, em Dorset, para Old Sarum. Mas, no século XIII, deu-se nova mudança, para Salisbury, devido, sobretudo, aos conflitos entre o clero e os militares ingleses.

Na bula papal, datada de 29 de março de 1218, o papa escreveu: "A catedral está sujeita a tantos transtornos e opressão, que não se pode viver lá sem grande perigo de vida."

"É continuamente açoitada pelos ventos, de modo que quase não se ouve falar quando celebram os ofícios divinos e o lugar é tão húmido que quem lá vive está sujeito a doenças constantes. A população mal dá para fazer a reforma do telhado da igreja, que é constantemente danificado pelas tempestades. [Os clérigos] São obrigados a comprar água por um preço demasiado alto, nem podem ter acesso a ela sem a permissão da guarda do castelo", lê-se na bula papal, citada pelo jornal The Guardian.

A catedral original de Old Sarum foi assim abandonada e a nova versão melhorada ficou concluída em 1258. A famosa torre de Salisbury foi adicionada no início de 1300, enquanto no alto da colina o castelo permaneceu como um centro administrativo.

A bula papal está vinculada ao The Register of St Osmund, que contém documentos da história mais antiga da catedral, incluindo a carta de fundação da primeira catedral e uma descrição da colocação das pedras fundamentais da catedral atual em 28 de abril de 1220.

Está em exibição junto com outros itens do arquivo e da biblioteca da catedral. Originalmente concebida para comemorar o 800º aniversário da catedral em abril, a exposição foi adiada até agora por causa da crise da covid-19.

Emily Naish, arquivista da Catedral de Salisbury, disse que "estes documentos dão uma visão sobre a vida de nossos ancestrais medievais, formando um elo único entre o passado e o presente. O 800º aniversário da catedral é uma oportunidade maravilhosa para mostrarmos alguns dos maiores tesouros de nossas coleções."

Também é exibido um indulto emitido pelo arcebispo Stephen Langton na época em que começou a construção do local atual da catedral. Concede perdão a quem contribuiu para o custo da construção. Eram uma forma comum de arrecadar fundos na época medieval.

Outra peça importante é um pergaminho de seis metros que detalha o consumo anual de alimentos do tesoureiro da catedral e da família no século XIII. Ao que parece, gostavam de boi, carneiro e porco. Sexta-feira era dia de peixe.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG