Capturado no Brasil o maior traficante de pessoas do mundo

Al-Mamun estava na lista negra da Interpol e recebia elevadas quantias de migrantes que tentavam entrar nos EUA de forma ilegal. Muitas das vítimas sofreram violência e foram capturadas por grupos ligados ao narcotráfico.

O anúncio foi feito pela Polícia Federal do Brasil: Saifullah Al-Mamun, nascido no Bangladesh e considerado pelas autoridades um dos traficantes de seres humanos mais prolíficos do mundo, foi capturado, esta quinta-feira, em São Paulo, numa operação conjunta das autoridades norte-americanas e brasileiras.

Além de Al-Mamun, que estava na lista negra da Interpol, foram ainda detidos outros sete membros de um grupo que se dedicava ao tráfico de pessoas para os EUA através de rotas ilegais. A maioria das vítimas era oriunda de países como o Afeganistão, Bangladesh, Índia e Paquistão.

Al-Mamun foi preso em S. Paulo, onde residia há seis anos com um visto de refugiado. A polícia congelou ainda 42 contas bancárias que terão sido usadas pelo grupo para financiar as atividades criminosas, conta a Reuters.

A Acusação do Departamento de Justiça dos EUA acusa-o de ter trazido pessoas do sul da Ásia e de ter organizado a viagem destas através de uma rede de contrabandistas que operam no Peru, Equador, Colômbia, Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Guatemala e México.

As vítimas eram obrigadas a empreender uma perigosa viagem da América Central até a fronteira com o México e dali para os EUA.

De acordo com a polícia brasileira, cada migrante pagava cerca de 12.524 dólares pela tentativa de entrar em solo norte-americano e alguns acabavam por permanecer ilegalmente no Brasil, onde recebiam documentos falsos.

Várias pessoas foram alvo de violência enquanto aguardavam em São Paulo para iniciar a viagem. Um grupo de oito migrantes acabou por ser apanhado por um cartel mexicano ligado ao narcotráfico.

Segundo a revista Veja, os migrantes contaram que entraram no Brasil pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos, com passaportes e documentos falsos. Saifullah providenciava um registo de imigrante falsificado.

"Os contrabandistas de São Paulo fazem contacto com os taxistas de Rio Branco através de aplicativos como WhatsApp, Telegram, Imo, Messenger etc., e reencaminham fotos dos migrantes para que os taxistas possam reconhecê-los no desembarque e levá-los até a fronteira do Brasil com o Peru", diz uma nota da Polícia Federal, citada pela publicação.

Exclusivos

Premium

Gastronomia

Quem vai ganhar em Portugal as próximas estrelas Michelin

É já no próximo dia 20, em Sevilha, que vamos conhecer a composição ibérica das estrelas Michelin para 2020. Estamos em festa, claro, e festejaremos depois com os nossos bravos, mesmo sabendo que serão poucos para o grande nível a que já chegámos. Fernando Melo* escreve sobre os restaurantes que podem ganhar estrelas Michelin em 2020 em Portugal.