Cão não abandona o corpo do dono atropelado ao pé de casa

Técnicos de emergência partilharam imagem da devoção do animal no Facebook

Leonardo Valdés, de 23 anos, foi morto por atropelamento a poucos metros de casa, no Chile, quando ia a caminho do trabalho. Ficou prostrado no chão até que chegaram as equipas de emergência médica, mas não sobreviveu aos ferimentos.

No entanto, não ficou sozinho: Doki, o seu cão, ficou de pedra e cal ao lado do corpo do dono, aparentando perceber a dimensão da tragédia: recusou deixar o local e permaneceu deitado junto ao cadáver, até que este foi retirado.

Foram os técnicos de emergência que decidiram partilhar a imagem de lealdade do cão para com o dono, tirando uma fotografia da situação e partilhando-a no Facebook.

"Morte por atropelamento esta manhã. O cão do falecido permaneceu no local até que o corpo foi retirado", sublinha a legenda da imagem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG