Cameron indica embaixador do Reino Unido para comissário europeu

O ex-comissário europeu demitiu-se após o referendo do brexit. Julian King é embaixador em Paris e foi chefe de gabinete de dois antigos comissários

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, propôs hoje o embaixador do Reino Unido em Paris, Julian King, para comissário europeu, substituindo Jonathan Hill, que se demitiu após o referendo que o 'divórcio" da União Europeia, o 'Brexit'.

Na segunda-feira, segundo disse hoje uma porta-voz da Comissão Europeia, o presidente do executivo comunitário, Jean-Claude Juncker, "receberá e entrevistará" Julian King, não tendo sido divulgada que área poderá vir a tutelar.

O nomeado terá ainda que passar por uma audiência no Parlamento Europeu e receber o aval dos representantes dos outros 27 Estados-membros da UE, antes de ser confirmado no Colégio de Comissários.

Antes da sua nomeação como embaixador britânico em Paris, King foi chefe de gabinete de dois antigos comissários europeus: Peter Mandelson (que tutelou o comércio) e Catherine Ashton (antiga chefe da diplomacia da UE).

Jonahtan Hill, que tinha a pasta dos Serviços Financeiros, demitiu-se após os britânicos terem decidido, em referendo, que o país sai da UE, tendo manifestado a sua desilusão com a escolha de 52% dos eleitores.

A pasta foi entretanto atribuída ao letão Valdis Dombrovskis.

Os britânicos optaram em referendo, no dia 23 de junho, pela saída do Reino Unido da UE.

Cameron demitiu-se da chefia do Governo na sequência do resultado da consulta e deixou ao próximo chefe de Governo a tarefa de invocar o artigo 50.º do Tratado de Lisboa, que prevê que um Estado-mmebro abandone a UE.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG