Isabel II planeia sair de cena aos 95 anos e deixar Carlos como príncipe regente

Rainha Isabel II planeia uma transição tranquila com Carlos como príncipe regente, mas sem renunciar ao trono

A Rainha Isabel II planeia retirar-se da atividade pública mas sem renunciar ao trono quando completar 95 anos, a 21 de abril de 2021, dizem alguns meios de comunicação social britânicos, incluindo o Express.

Quando tal acontecer, o príncipe Carlos, que na altura terá 72 anos, vai assumir as funções quase plenas de monarca na qualidade de "príncipe regente".

Carlos tem vindo aumentar gradualmente o seu papel como representante da família real, sobretudo depois de o seu pai, Filipe de Edimburgo, se ter retirado da atividade pública aos 95 anos - atualmente tem 98 -, algo que Isabel II também planeia fazer, até porque já vai reduzindo a sua presença em eventos públicos.

Embora Carlos, príncipe de Gales, tenha sofrido pressões para abdicar do trono devido à tumultuosa relação e divórcio com Diana, nunca contemplou dessa possibilidade. Pelo contrário, tem vindo a preparar-se para reinar, tendo ideias muito claras de como deve ser a futura monarquia do Reino Unido, segundo a imprensa britânica.

A última vez que a figura do príncipe regente foi utilizada no Reino Unido remonta a 1811, quando uma doença mental de George III levou o seu filho mais velho, George IV, a assumir as obrigações de monarca durante nove anos sobressaltados, uma vez que nesse período o primeiro-ministro Spencer Perceval foi assassinado, foram travadas as guerras napoleónicas na Europa e houve motins dos contribuintes britânicos devido à subida de impostos. Paralelamente, George IV tentou divorciar-se de Carolina de Brunswick, o que na época era considerado um escândalo.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG