Boeing 737 adaptado para combate aos fogos estreia-se na Austrália

O primeiro 737 modificado para intervir no combate aos fogos também pode transportar até 63 bombeiros.

Um avião Boeing 737 adaptado para o combate aos fogos florestais foi utilizado quinta-feira pela primeira vez na Austrália e numa operação que ainda decorre esta sexta-feira.

O antigo avião comercial, adaptado por uma empresa canadiana e capaz de transportar mais de 15 mil litros de água e químicos retardantes, foi contratado pelo Serviço Rural de Bombeiros do estado de Nova Gales do Sul.

Embora essa capacidade seja inferior à de outros aviões-tanque australianos, o porta-voz dos bombeiros locais, citado pela BBC, considerou-o "mais versátil" por também ser capaz de transportar até 63 bombeiros.

"Tem toda a capacidade para despejar grandes quantidades de água e retardante mas, como era um antigo avião de passageiros, também podemos transportar pessoas dentro dele e atravessar as linhas interestaduais", precisou Chris Garlick.

Os operacionais ficaram "entusiasmados" com o desempenho do aparelho nestes dois dias, num incêndio a norte de Sidney, adiantou aquele porta-voz.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.