Barack Obama: "Os valores americanos estão em risco"

Primeira declaração do ex-presidente dos EUA após ter saído da Casa Branca é em reação às medidas anti-imigração de Donald Trump

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, quebrou esta segunda-feira o silêncio que tem mantido desde a tomada de posse de Donald Trump afirmando que as reações às medidas anti-imigração da atual administração são necessárias "quando os valores americanos estão em risco".

"Cidadãos exercitando o seu direito constitucional de se reunirem, organizarem e fazerem-se ouvir pelos seus representantes eleitos é exatamente o que esperamos ver quando os valores americanos estão em risco", disse o porta-voz oficial de Barack Obama, Kevin Lewis.

O ex-presidente, segundo esta fonte, "sente-se motivado com o nível de participação [popular] que se está a registar nas comunidades por todo o país", escreve o Politico.

Sem nunca referir diretamente as medidas de Donald Trump relativamente aos imigrantes e refugiados, o porta-voz de Obama não deixa margem para dúvidas quanto ao alcance das suas palavras: "O [ex-]presidente discorda fundamentalmente com a noção de discriminar indivíduos por causa da sua fé ou religião".

Exclusivos