Atentado islâmico faz pelo menos 17 mortos em Mogadíscio

Pelo menos 17 pessoas morreram hoje vítimas de um atentado reivindicado por extremistas islâmicos contra a academia de polícia na capital da Somália.

O bombista que transportava um colete com explosivos entrou na Academia de Polícia General Kahiye e teve como alvo os oficiais que se encontravam a fazer os exercícios físicos matinais, disse à Associated Press o capitão Mohamed Hussein.

Os polícias encontravam-se a treinar para as celebrações do dia Nacional da Polícia que se assinalam no próximo dia 20 de dezembro.

O grupo extremista al-Shabab reivindicou o atentado pouco depois da explosão.

Os radicais do grupo al-Shabab, ligado à Al Qaeda, tem levado a cabo uma série de atentados em Mogadíscio nos últimos meses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG