Ataques da passagem de ano em Colónia podiam ter sido prevenidos

Relatório parlamentar criticou a ação da polícia na noite do ano novo 2015/2016

Os ataques que ocorreram em Colónia na noite da Ano Novo de 2015/2016 poderiam ter sido evitados se a polícia tivesse atuado mais decisivamente, conclui um relatório parlamentar, citado pelos media alemães.

A justiça alemã recebeu mais de 1.200 queixas-crime, incluindo mais de 500 por agressão sexual, nas semanas que se seguiram aos ataques.

A polícia disse então que a maioria dos suspeitos tinha origem no Norte de África, o que levou a um aceso debate sobre migrações na Alemanha.

O jornal Express, de Colónia, citou hoje um relatório parlamentar que conclui que os ataques poderiam ter sido "largamente prevenidos" se a polícia tivesse agido mais decisivamente naquela noite.

Os deputados concluíram que as autoridades da cidade e a polícia estavam mal preparados, acrescenta o Express, citado pela Associated Press.

Os parlamentares acusam também as autoridades de fornecer informação "falsa e enganadora" aos media e ao público

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG