Ataque e ocupação de hotel na capital da Somália faz pelo menos 23 mortos

Ataque foi reivindicado pelo grupo extremista al-Shabab

Pelo menos 23 pessoas morreram na sequência da explosão de dois carros armadilhos e subsequente ataque, já reivindicado pelo grupo extremista al-Shabab, contra um hotel do centro da capital da Somália.

Um polícia somali disse que as forças de segurança acabaram com a ocupação do hotel por cinco extremistas, que invadiram o edifício depois da explosão de um carro junto ao portão de entrada na tarde de sábado, escreve a agência Associated Press.

O capitão Mohamed Hussein disse que as tropas recuperaram o controlo do hotel na manhã de hoje, depois de terem matado três atacantes e capturado outros dois.

Trata-se do hotel Nasa-Hablod, frequentado por políticos somalis e situado perto do palácio presidencial de Mogadíscio.

Já a agência Efe refere um balanço provisório de 17 vítimas mortais, indicando que o número pode aumentar devido ao grande número de feridos que estão a ser tratados nos hospitais e à gravidade de muitos deles.

Este atentado ocorre apenas duas semanas depois da morte de 358 pessoas na capital somali pela explosão de dois camiões com explosivos, no pior atentado da história do país, que levou o Governo a declarar o estado de guerra.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG