Explosão em central elétrica fez temer invasão de extraterrestres em Nova Iorque

Uma luz verde-azulada no céu levou os habitantes de Queens (Nova Iorque) a pensar que estavam a ser invadidos. Afinal, foi uma explosão numa central elétrica.

Uma explosão numa central de energia em Nova Iorque fez com que o céu em algumas partes da cidade ficasse com uma luz verde-azulada brilhante. Foi o suficiente para muitos habitantes de Manhattan, surpreendidos pelo que viam, colocassem posts nas redes sociais a falar sobre o brilho do céu na noite da passada quinta-feira (dia 27).

A visão foi provocada pela explosão numa central energética como confirmou a polícia de Nova Iorque que usou a sua conta na rede social Twitter para explicar que tinha havido uma explosão e que não existia "nenhuma prova de atividade extraterrestre". "Houve um incêndio na subestação de Astoria, que atingiu alguns transformadores. Estamos a investigar a causa deste incidente", explicou a empresa responsável pela infraestrutura, Con Edison.

Depois de aconselhar as pessoas a não passar por aquela área, a polícia confirmou que não se registaram feridos no incidente. O mesmo aconteceu com os bombeiros que confirmaram ter recebido vários relatos de explosões na área de Long Island City (distrito de Queens em Nova Iorque e uma área industrial que foi requalificada ao longo do rio East) mas sem que se registassem feridos.

Na altura das explosões e com a visão do céu verde-azulado os moradores saíram de casa e contaram ao diário inglês The Guardian que achavam estar perante uma invasão de extraterrestres.

Ao jornal, Lucas Espinoza, que mora em Queens, explicou: "Estava a jantar na minha sala e de repente as luzes e a TV começaram a piscar e então o céu - que estava escuro - ficou iluminado por uma luz azul esverdeada. Corri até ao telhado e filmei durante alguns minutos".

Já George Delis, que vive perto da central onde ocorreu a explosão, disse ao Guardian que a TV se tinha desligado e que tinha visto "uma luz enorme. Foi tão brilhante que pensei que fosse um OVNI (Objeto Voador Não Identificado)". E acrescentou: "No quarteirão junto da Con Edison um transformador estava em chamas. Era tão brilhante, mais brilhante que o sol. Moro aqui há 37 anos e nunca vi isso acontecer".

O incidente fez com que várias ruas ficassem sem iluminação e também provocou perturbações no Aeroporto de LaGuardia (um dos três que servem Nova Iorque). O presidente da câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio, confirmou o incidente na central, mas frisou não ter existido nenhuma incêndio ou ferido.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.