Artista tenta embarcar com pavão num voo para Los Angeles

A ave chama-se Dexter e teve de seguir viagem de carro por ser demasiado grande e pesada

Um pavão chamado Dexter foi proibido de embarcar no aeroporto de Newark, em Nova Jersey, por ser demasiado grande, mesmo sendo um "animal de apoio emocional". O pássaro pertence a Ventiko, uma artista de Brooklyn e até tem uma página no Instagram com mais de quatro mil seguidores.

Os outros passageiros que se encontravam no aeroporto não queriam acreditar: um pavão muito sossegado esperava, empoleirado num carrinho de transporte de bagagem, que a sua proprietária conseguisse resolver o problema: Dexter não podia viajar no avião da United Airlines, porque não "se encaixava nas diretrizes da companhia área no que diz respeito ao tamanho e peso de um animal de apoio emocional", de acordo com na BBC, que conta a história.

Ventiko tinha-se oferecido para pagar um bilhete para o pavão, mas a companhia área não permitiu que a ave embarcasse.

As companhias aéreas permitem que alguns passageiros com problemas emocionais ou psiquiátricos viajem acompanhados dos seus animais, mas o número tem aumentado nos últimos anos, o que levantou suspeitas de que nem todos os passageiros estão a ser verdadeiros quando justificam que precisam do animal para apoio emocional.

Dexter acabou por não conseguir embarcar no avião, mas Ventiko assegurou-se que viajavam juntos: se não poderiam chegar à Califórnia pelo ar, iriam por terra. E a artista fez a viagem de carro, só para não abdicar da companhia do seu fiel amigo.

Depois das imagens de Dexter no aeroporto terem sido partilhadas num blogue de viagens, o jornal The Guardian descobriu que a ave é famosa. Tem uma página oficial no Instagram, intitulada dexterthepeacock, onde surge em produções de moda, mas também a visitar a "família" e até a viajar de carro, confortavelmente acomodado no banco do passageiro. E é na rede social que conta a história do que aconteceu no aeroporto de Newark.

"Passei 6 horas a tentar embarcar no meu voo para Los Angeles", "escreveu" Dexter na sua página de Instagram, acrescentando: "Amanhã, os meus amigos humanos vão levar-me a atravessar o país [de carro]".

De acordo com o Bushwick Daily, o proprietário de Dexter adotou o pavão e a sua companheira, Etta, em 2015, quando as aves participaram numa instalação artística em Miami. Ela doou os pássaros a um abrigo na Florida mas pouco tempo depois Etta desapareceu e Ventiko optou por resgatar Dexter. Desde então partilham o mesmo apartamento, os passeios e muitas produções de moda.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG