Aos 94 anos, a Rainha Isabel II faz a sua primeira videochamada

Com a ajuda de seu secretário pessoal para a parte técnica, a soberana foi a última a entrar na chamada de Zoom e a primeira a abandoná-la, como exige a etiqueta real.

Impulsionada pelo confinamento contra o coronavírus, como milhões de pessoas no mundo, a rainha Isabel II usou pela primeira vez, aos 94 anos, uma plataforma de vídeochamadas para um evento oficial, anunciou o Palácio de Buckingham nesta quinta-feira.

Do castelo de Windsor, onde está confinada com o marido, o príncipe Filipe, que na quarta-feira celebrou os 99 anos, a monarca ouviu quatro membros da associação Carers Trust por vídeochamada.

A reunião foi organizada pela sua filha, a princesa Ana, fundadora desta associação que apoia pessoas que cuidam dos familiares gravemente doentes ou deficientes.

Com a ajuda de seu secretário pessoal para a parte técnica, a soberana foi a última a entrar na chamada e a primeira a abandoná-la, como exige a etiqueta real.

"É muito interessante ouvir as suas respectivas histórias", disse Isabel II no vídeo divulgado pelo Palácio de Buckingham. "Estou feliz de poder conversar com vocês hoje", acrescentou a monarca. No trono desde 1952, Isabel II nunca deixou de usar a tecnologia mais inovadora: logo em 1953 teve a sua coroação transmitida em direto na televisão, em 1976 enviou o seu primeiro e-mail e em 2014 o seu primeiro tuite. Em 2019 estreava-se no Instagram.

"Conseguia perceber-se que ela nunca tinha feito este tipo de chamada oficial, mas realmente levou tudo com tranquilidade", afirmou Alexandra Atkins, de 24 anos, que participou da vídeoconferência. "Estava sentada no meu quarto e a conversa com a princesa e a rainha", exclamou, descrevendo a experiência como "irreal".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG