António Guterres venceu primeira votação para secretário-geral da ONU

A informação está a ser avançada pela agência AFP. O que esteve em causa foi uma votação secreta entre os 15 países membros do Conselho de Segurança.

Pelas 18:00, a diplomacia portuguesa desconhecia o resultado exato da votação, visto esta ter sido secreta (e Portugal não tem assento no Conselho de Segurança).

Esta foi a primeira das chamadas "straw polls" (traduzindo: votações de palha). São votações meramente indicativas em que os países do Conselho de Segurança deliberam em relação a cada candidato (são 12, no total) se "encorajam" ou "desencorajam" o prosseguimento da candidatura.

Dito de outra forma: estas votações destinam-se essencialmente a dizer aos candidatos mais fracos que se devem afastar da corrida.

O que a notícia da agência AFP pode querer dizer, provavelmente, é que o antigo primeiro-ministro português - que está na Índia em campanha - foi quem entre todos os candidatos obteve mais votos de "encorajamento".

Haverá uma segunda "straw poll" em 29 de julho e depois mais outra em setembro. A decisão final do candidato que o Conselho de Segurança proporá à Assembleia Geral deverá ser tomada em Outubro, estando o Conselho de Segurança sob presidência da Rússia, um dos cinco membros permanentes deste órgão, juntamente com os EUA, o Reino Unido, a França e a China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG