Antiga Miss condenada a 14 meses de pena suspensa por insultar Erdogan

Insultar o presidente é um crime com pena até quatro anos de prisão na Turquia

Uma modelo e antiga Miss Turquia foi condenada a 14 meses de prisão, com pena suspensa, por ter insultado o presidente Tayyip Erdogan, através de um poema que partilhou na rede social Instagram.

Um tribunal de Istambul considerou Merve Buyuksarac, de 27 anos, culpada de insultar um alto funcionário público, mas suspendeu a sentença, na condição de que esta não volte a fazê-lo nos próximos cinco anos.

Insultar o presidente é um crime com pena até quatro anos de prisão na Turquia. A lei não era aplicada com frequência até Erdogan chegar à presidência, há quase dois anos. Desde então os procuradores abriram mais de 1800 processos, incluindo contra cartoonistas, jornalistas e adolescentes. A Miss é a última de pelo menos uma dezena de pessoas a enfrentar uma condenação por este crime.

Os procuradores estão também a processar um comediante alemão que gozou com Erdogan na televisão alemã.

Buyuksarac, que foi coroada Miss Turquia em 2006, esteve detida durante algum tempo no ano passado por ter partilhado um poema no Instagram em 2014 - os versos referiam-se a um escândalo de corrupção que afetou o país naquele ano.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG