Alemanha deteta em média de 20 ataques informáticos por dia

Espionagem informática pode aumentar nos próximos meses, alertaram serviços secretos

O governo alemão deteta diariamente cerca de 20 ataques cibernéticos "altamente especializados" contra os seus computadores, informou hoje o diário Bild.

Deste total, pelo menos um por semana procede alegadamente de um serviço de espionagem, acrescentou o jornal, que cita uma resposta do executivo da chanceler Angela Merkel a uma interpelação do grupo parlamentar da primeira força da oposição, Die Linke (A Esquerda).

O governo alemão admitiu recentemente a sua preocupação perante a possibilidade de o país ser alvo de ciberataques e garantiu estar a tomar medidas para os evitar e repelir.

Ao longo da atual legislatura tomou várias medidas para aumentar a segurança dos organismos públicos e alertou empresas e população para os riscos existentes.

Em comunicado, hoje divulgado, a companhia Deutsche Telekom advertiu que 93% das grandes ou médias empresas alemãs foram já vítimas de ataques cibernéticas para obtenção de dados confidenciais ou causar prejuízos.

Em relação a utilizadores privados, a situação é igualmente alarmante já que uma em cada duas pessoas já foi vítima de crimes informáticos, seja como tentativa de fraude ou roubo de identidade, acrescentou a Deutsche Telekom.

A chanceler Merkel alertou, em várias ocasiões, para a possibilidade de ocorrerem na campanha das próximas eleições gerais, em setembro, campanhas de desinformação, propaganda e ciberataques contra instituições públicas e partidos.

Em dezembro passado, o responsável pelos serviços secretos internos, Hans-Georg Maassen, afirmou ter sido detetada uma crescente espionagem informática, que pode aumentar nos próximos meses.

Os serviços de informações alemães atribuíram estas atividades ao denominado grupo de 'hackers' Apt 28, que relacionou com a Rússia.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG