Premium Hoje há eleições em Israel. A luta dos Benjamin pelo poder

Benjamin 'Bibi' Netanyahu, enfraquecido pelas acusações de corrupção, tem no ex-general Benjamin 'Benny' Gantz o primeiro grande adversário em dez anos.

Aos 69 anos e após uma década à frente dos destinos de Israel (depois de um primeiro mandato entre 1996 e 1999), Benjamin Netanyahu enfrenta nas eleições legislativas de 9 de abril o primeiro grande desafio desde que regressou à chefia do governo. Fragilizado pelas acusações de corrupção, Bibi tem pela frente outro Benjamin: Benny Gantz, um antigo general que foi seu chefe do Estado-Maior e que aposta no cansaço do eleitorado para afastar Netanyahu do poder.

Se a história política israelita revela alguma coisa é que os eleitores gostam de um líder com currículo militar - Gantz é o 12.º chefe do Estado-Maior israelita a saltar para a política e vários generais já foram primeiros-ministros. Em 1992, Yitzhak Rabin ganhou as eleições, mas acabaria assassinado três anos depois por um extremista que era contra os acordos de paz de Oslo, abrindo caminho à primeira vitória de Netanyahu em 1996.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.