Livros contra a solidão

A solidão é um terrível inverno. Aquele era dos piores numa terra que só conhece duas estações - o inverno e o inferno da canícula. Na velha casa de pedra da aldeia vivia M. M, talvez de Maria, letra do anonimato e do esquecimento. Hoje recordo o triste inverno de M. Uma das muitas histórias no alforge de Nuno Marçal, o quixote-bibliotecário que diariamente percorre as aldeias perdidas do concelho de Proença-a-Nova O inclemente vento frio soprava na copa dos pinheiros que entrincheiravam a aldeia numa asfixia de céu. Sibilino, rasgava as frestas das janelas e da porta da casa […]

Para saber mais clique aqui: www.motor24.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG