E se de repente herdasse 3.000 automóveis clássicos?

E se de repente herdasse 3.000 automóveis clássicos? Foi o que aconteceu aos herdeiros de Harold LeMay, o maior coleccionador de automóveis dos Estados Unidos da América, e provavelmente do mundo. Começando do nada, Harold LeMay realizou o sonho americano, criando o seu próprio negócio ligado ao lixo e sucata, onde criou uma fortuna. E durante anos, comprou automóveis, a sua paixão, sem parar, estivesse a trabalhar ou de férias. Onde quer que fosse, encontrava um automóvel e comprava-o imediatamente. Ele próprio considerava-se mais do que um coleccionador, um salvador de automóveis, pois tirava-os da condição de abandonados para a […]

Para saber mais clique aqui: www.motor24.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG