O vício de roer as unhas pode matá-lo

Tal como milhares de homens por todo o mundo, Luke Hanoman, de 28 anos, tinha o vício de roer as unhas e quase morreu por causa disso. Pouco depois de ter roído a pele que envolve uma das suas unhas começou a ter sintomas idênticos aos de uma gripe. Os sintomas prolongaram-se durante uma semana. Quando foi ao hospital, os médicos colocaram-no em observação durante quatro dias. No final desse período de tempo diagnosticaram-lhe septicemia, uma infeção generalizada que pode ser mortal. Apesar de estar a recuperar bem, os médicos disseram ao britânico, pai de duas crianças, que tinha muita ...

Para saber mais clique aqui: http://menshealth.pt/

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG