Media Lab DN leva ao Lycée Français mais um dia de educação para a literacia mediática

Na passada sexta-feira, dia 14 de maio, o Media Lab DN realizou, no Lycée Français Charles Lepierre as três últimas sessões da semana do workshop de literacia para os media. Ao contrário dos anos anteriores, em que as sessões decorreram no Diário de Notícias, este ano o workshop foi implementado presencialmente. Os monitores ensinaram a cerca de 160 alunos como se deve produzir e consumir informação.

A professora responsável pelo Centro de Documentação e Informação (CDI) do Liceu Francês, Céline Barés, que acompanhou de perto os 3 dias de workshops, afirmou que, "no que toca ao ritmo de trabalho, o envolvimento dos alunos foi bastante maior do que nas sessões dos anos anteriores, implementadas nas instalações do DN. Aqui eles estão no espaço deles e encaram mais como uma aula do que como uma visita".

Num ambiente informal, as sessões começaram com uma formação teórica ministrada pela formadora do Media Lab, Mariana Amorim, na qual os alunos tiveram a oportunidade de aprender mais sobre desinformação na era digital e a importância de estar bem informado. Fake news, clickbait e o algoritmo das redes sociais foram alguns dos tópicos abordados: como funcionam e os perigos que carregam.

Os alunos puderam, depois, colocar os conhecimentos adquiridos em prática, construindo as suas primeiras páginas de jornal com base em notícias da atualidade publicadas no site do Diário de Notícias.

Após a construção das primeiras páginas, alguns alunos partilharam com a equipa do Media Lab que este foi um momento de grande aprendizagem e uma experiência "única e informativa" , deixando alguns testemunhos sobre a forma como se sentiram, o que aprenderam com a experiência e quais os maiores desafios impostos pela atividade.

Manuel Norton achou "interessante aprender o cuidado que se deve ter ao escrever uma notícia e como o vocabulário tem que ser preciso para termos a certeza de que não estamos a mentir e nem a exagerar. Por mais difícil que fosse, gostei de pensar antes de escrever cada frase".

Já para Lilah Soares, a maior dificuldade foi "escolher uma, entre todas as notícias, para colocar na primeira página".

Para a professora Céline Barés, iniciativas como estas fazem os alunos "ganhar autonomia e ensinam-lhes como encontrar boa informação, principalmente nos dias de hoje em que isso se torna cada vez mais complicado".

O Liceu Francês participa nos workshops do Media Lab desde o ano de lançamento das atividades nas instalações do DN - em 2011/12. A escola tem mantido uma presença regular nas sessões, tendo já proporcionado o complemento de Educação para os Media a cerca de 1.000 alunos do 8º ano, através dos workshops "Faz a tua primeira página".

O Media Lab na Escola e na Comunidade foca-se em levar a literacia mediática e a valorização da importância da comunicação e da informação a todos, com o objetivo de contribuir para a democracia e de mostrar o papel fundamental do jornalismo. Saiba como participar no site do projeto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG