SIC Radical festeja aniversário com um "roast"

O canal, que celebra 15 anos, resolveu aderir a uma tradição norte-americana, no cinema S. Jorge, em Lisboa.

Dois meses. Foi este o tempo que demorou a preparar o roast da SIC Radical, uma ideia que partiu do diretor dos canais temáticos da SIC, Pedro Boucherie Mendes, para festejar o 15.º aniversário da Radical. Mas se não sabe o que é este evento com origem nos EUA, Rui Sinel de Cordes explica: "É um evento de comédia, mais comum nos Estados Unidos, onde começou na década de 40 nas rádios, em que é feita uma homenagem bem-humorada, normalmente a um indivíduo, mas neste caso a uma marca, que é o alvo de piadas, insultos e elogios por parte de um grupo de pessoas".

Luísa Barbosa, Jel, Salvador Martinha, Hugo Sousa, Carolina Torres, José de Pina, Rita Mendes, Ana Garcia Martins (autora de A Pipoca Mais Doce) são alguns dos convidados que vão subir ao palco do cinema S. Jorge, em Lisboa, na noite desta sexta-feira, 13 de maio, pelas 22.00.

O comediante de humor negro vai ser o roast master do evento, ou seja o apresentador, e confessa que sempre quis trazer este conceito, do qual é fã e seguidor, para Portugal. "Vejo todos os roasts desde há seis ou sete anos, especialmente os da Comedy Central. Estou muito contente por estar ligado a uma iniciativa nova. Este vai ser o primeiro roast feito em Portugal e a sala já está esgotada. Tenho sondado várias pessoas para conseguir produzir mais. Para isso temos que passar o conceito para as figuras públicas e tem que haver mais gente a querer fazer", explicou Rui Sinel de Cordes, revelando que todas as caras que fizeram e fazem parte da história da SIC Radical foram convidadas e a maioria recusou.

Nomes como João Manzarra, Fernando Alvim, Rui Unas e Bruno Nogueira não deram uma resposta positiva ao convite endereçado pelos responsáveis do canal. "Posso garantir que todas as pessoas da história da SIC Radical foram convidadas. Este grupo é composto pelos que aceitaram o desafio. Alguns recusaram porque estão em trabalho, outros porque não é a onda deles. Tivemos respostas de todos os géneros. Até pessoas que não responderam, nem atenderam o telefone", revelou ao nosso jornal Rui Sinel de Cordes.

Para não haver piadas repetidas, o humorista já viu os guiões de todos os convidados e promete "uma grande noite" em que não só o nome da SIC Radical vai ser alvo das piadas mas também os próprios convidados vão brincar entre si. "Algumas das piadas são duríssimas. Aliás, em termos de dureza, este roast não vai ficar nada atrás dos da Comedy Central, que são aqueles que as pessoas reconhecem mais facilmente". O espetáculo vai ser gravado para posterior transmissão na SIC Radical.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG