Pirataria. Facebook Live usado para emitir jogos de futebol em direto 

Contas do Facebook estão a desrespeitar os direitos de emissão de jogos e a emitir as partidas para milhões de pessoas

Vários contas do Facebook têm emitido em direto jogos de futebol gratuitamente. Os utilizadores aproveitam-se da funcionalidade do Facebook Live, que permite emitir vídeos em direto, para partilhar os jogos nas redes sociais desrespeitando os direitos de emissão televisivos comprados por alguns canais.

O esquema, exposto pelo El País, consiste numa série de perfis de Facebook criados para emitir os jogos e que são apagados mal as partidas acabam. As emissões são depois partilhadas por outros perfis e sites, acumulando milhões de visualizações.

Por exemplo, o jogo entre Barcelona e Real Madrid a 3 de dezembro, que foi visto na televisão por mais de 600 milhões de pessoas em 185 países, foi emitido em direto pelo Facebook para o site espanhol Capitanes del Fútbol. Ao intervalo, o vídeo pirata já tinha mais de 4,6 milhões de visualizações.

Os jogos mais pirateados têm sido os das ligas inglesa, espanhola, mexicana e a Liga dos Campeões da UEFA, segundo o El País. Jogos dos campeonatos portugueses e brasileiros também têm sido pirateados.

Neste esquema são criadas contas do Facebook dedicadas ao futebol, que publicam frequentemente fotografias, vídeos e notícias por exemplo, e, nos dias de jogo, partilham links de outras páginas que emitem os jogos em direto.

Por vezes, há uma rede de perfis que vão redirecionando para outros perfis até que o utilizador chegue, depois de muitos cliques, à página que de facto vai emitir o jogo. Estas páginas são criadas só para este efeito e são eliminadas no final do jogo, não deixando rastros como comentários e gostos.

"Temos acordos com as plataformas de redes sociais para rastrear conteúdos ilegais", explicou um porta-voz da liga espanhola ao El País. "Com o Twitter, por exemplo, eliminamos automaticamente [as contas] quando detetamos" irregularidades. "No caso do Facebook, também, eles têm a sua própria ferramenta por isso fazer desaparecer estes vídeos é mais rápido, mas fecha-se uma [conta] e abrem mais".

Os vídeos têm qualidade pois, ao contrário do que se pensa, não são gravados por um telemóvel apontado a uma televisão. Computadores ligados a canais oficiais de emissão do jogo transmitem o jogo através de programas que permitem emitir em direto o que o utilizador está a ver.

O Facebook reafirmou ao El País o compromisso para "proteger os direitos de propriedade intelectual das empresas", numa altura em que Facebook Live tem sido criticado por não haver um controlo eficaz do que é emitido.

Nos últimos meses várias pessoas emitiram crimes em direto pelo Facebook Live, como homicídios e violações, mas também suicídios.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG