O que os pais têm de saber sobre os novos ídolos da Disney

A segunda parte do filme "Os Descendentes", da Disney, estreia amanhã, às 11.00. O DN esteve à conversa com os atores Booboo Stewart, Cameron Boyce, Dove Cameron e Sofia Carson.

Para os pais mais distraídos, a sinopse de Os Descendentes pode desafiar toda a lógica: seguir os dramas dos filhos dos maiores vilões dos êxitos da Disney. De Maléfica a Cruella passando por Jafar, a Rainha Má e Ursula, nascidos e criados em ambientes que a moral não recomenda. Aqui, quem sai aos seus degenera. No primeiro filme da saga, os jovens são resgatados da Ilha dos Perdidos. No segundo, que é exibido amanhã no Disney Channel, às 11.00, a atração pelo mal vai ser grande para pelo menos uma das personagens - Mal, filha de Maléfica, interpretada pela atriz Dove Cameron.

Pais distraídos, mais uma vez, isto é convosco. Se a cara da atriz soa familiar é normal. Esta é a jovem loura que interpreta as gémeas Liv e Maddie na série da Disney, uma rapariga de 21 anos, com quem o DN conversou pelo telefone há uma semana, a partir de Londres, num dia dedicado a promover o novo filme. "O importante é o ser humano, retirar o estigma. Ninguém é vilão, todos têm os seus "problemas", o que existe são circunstâncias", resume Dove Cameron, a propósito da moral de uma história que parece não ter moral. Nesta segunda parte, a sua personagem ganha destaque. Ela é a namorada do rei Ben, mas debate-se com o facto de não ser apenas um poço de virtudes. E o cabelo louro voltará a ser púrpura.

Sofia Carson, a atriz que interpreta o papel de Evie, a filha da Rainha Má da história de Branca de Neve, descreve assim o que se passa em Auradon, a cidade utópica de Os Descendentes 2. "Pessoas que não encontram o seu lugar em lado nenhum e que descobrem um sítio onde podem ser eles próprios, onde há espaço para todos. São o que são."

As conversas com os jovens atores, em plena digressão europeia, para dar a conhecer a segunda entrega do filme, acontecem em duas partes. Primeiro, Sofia Carson e Booboo Stewart; depois, Dove Cameron e Cameron Boyce, outra estrela nascida no universo Disney cujo rosto se tornou familiar. Antes de aceitar o papel de Carlos de Vil (filho de Cruella) no filme Os Descendentes, tornou-se conhecido como Luke Ross da série Jessie (2011-2015), da qual nasceu o spin off Acampamento Kikiwaka (2016). Cameron Boyce, como Dove Cameron, diz que não tem "nenhum" problema com o rótulo de estrela Disney, que acompanha muitos atores e cantores (ver caixa).

Começou a trabalhar em televisão aos 12 anos. Cresceu nos ecrãs. "Somos crianças normais", defende. Com uma vida diferente. Uma vida em que palavras como "talento, disciplina, profissionalismo ou responsabilidade" lhe saem naturalmente quando se pergunta por essa infância. Fez 18 anos a 28 de maio. "É preciso ter um grande sentido de si mesmo para navegar no labirinto", considera.

Dove Cameron completa: "Também acho que é importante ter uma vida fora [do trabalho]. Hollywood dá-nos uma versão concentrada de nós próprios. A coisa mais importante é conhecermo-nos a nós próprios."

Três semanas antes desta conversa, tinha sido a vez de Booboo Stewart e Sofia Carson - Jay, filho de Jafar, e Evie - conversarem com o DN por telefone, a partir da capital britânica. Estavam "superentusiasmados" com a ideia de viajarem para Madrid e para Paris depois de Londres.

A conversa começa atribulada, por não se conseguir estabelecer a ligação telefónica, prossegue em tom "superentusiasmado". Booboo Stewart e Sofia Carson tinham chegado no dia anterior a terras de Sua Majestade e nas redes sociais já tinham partilhado fotografias nos conhecidos autocarros de dois andares. "Alguns fãs reconheceram-nos enquanto dávamos uma entrevista", conta ela. Booboo Stewart elenca o que tinham feito: London Eye, teatro imersivo... A atriz intervém: "E comemos comida incrível."

Já distante, essa foi a semana do regresso às aulas em Portugal e o rosto das personagens estava em muito material que acompanha as crianças. A conversa começa por aí. Estão prontos para se verem nas mochilas e estojos? "Estamos tão prontos", ri-se ele. "A minha irmãzinha é que beneficia", prossegue Booboo Stewart, rapaz entre três irmãs, filho do duplo de cinema Nils Allen Stewart de quem herdou o nome e de Renée Stewart, artista e sua treinadora pessoal. Tem mostrado determinação em singrar nas artes - não apenas como ator e modelo, mas como artista plástico ou bailarino, e garante: "Há sempre mais alguma coisa a querer". Desenvolve projetos artísticos através de um site.

"Não quero ser criativo apenas no trabalho, há que treinar a criatividade constantemente. Cada rede social tem a sua especificidade, num site podia fazer tudo o que queria, onde tenho total controlo. É um espaço onde posso ir desenhando e pintando."

"É a coisa mais louca! Quem diria...", diz Sofia Carson, 24 anos, norte-americana, filha de colombianos, sobre o sucesso de Os Descendentes. Além de estar a lançar o filme, cuja estreia mundial aconteceu em julho, tem novo disco, Ins and Outs. "É o que sempre sonhei fazer, é um sonho tornado realidade", afirma, sem hesitações, uma das vozes e figuras que há muito acompanham as crianças sintonizadas no Disney Channel. Love is the Name , um dos seus singles, foi uma canção-âncora durante meses e membro do elenco da série Austin & Ally. "Quem havia de imaginar", diz. Conta que, como muitas outras meninas, viu e sonhou vezes sem conta com A Bela e o Monstro. "Eu vivia a dançar e cantar." Começou aos 3 anos.

A segunda entrega de Os Descendentes chega também com uma mensagem de igualdade e defesa de que Sofia Carson fala sem hesitação. "A história de Evie é isso mesmo." No primeiro filme, ela luta (com a mãe) para pôr fim à obsessão pela aparência e por encontrar um príncipe encantado. "Nós somos mais do que o reflexo que o espelho nos dá e do que um príncipe, basta confiar nos nossos belos corações e nas nossas mentes capazes. Sermos fortes."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG