Melania Trump vai processar o jornal "Daily Mail" por difamação

Melania Trump vai processar o jornal britânico "Daily Mail" e um bloguer norte-americano em 134,3 milhões de euros, devido a alegações de que teria sido acompanhante de luxo na década de 1990

A 20 de agosto, um artigo do Daily Mail sugeria que Melania Trump teria trabalhado como acompanhante de luxo em Nova Iorque, EUA, durante a década de 1990. A mulher do candidato republicano à presidência dos EUA não ficou indiferente às alegações e decidiu avançar com um processo contra o jornal britânico por difamação, impondo o pagamento de uma indemnização de 150 milhões de dólares (134,3 milhões de euros).

As mesmas alegações foram feitas pelo bloguer norte-americano Wesbter Tarpley que, por isso, também será alvo de um processo judicial. "Os acusados fizeram afirmações muito graves sobre a Mrs. Trump, que são 100% falsas e tremendamente prejudiciais para a sua reputação pessoal e profissional", frisou o advogado da modelo eslovena, Charles Harder, em comunicado.

Na peça em questão, o Daily Mail citava ainda o jornalista esloveno Boian Pozar, que escreveu uma biografia não autorizada sobre Melania, afirmando que esta posou nua para fotografias em 1995, já em Nova Iorque, e que terá sido nesse mesmo ano que conheceu Donald Trump. Os seus advogados dizem, no entanto, que esta apenas se mudou para o continente norte-americano em 1996.

A queixa já foi apresentada num tribunal do estado de Maryland. Entretanto, o Daily Mail - que também levantou questões sobre a legalidade de Melania enquanto cidadã dos EUA - e o bloguer já retiraram os artigos.

Na retração do mesmo, a publicação inglesa insiste, porém, que não deu como verdadeiras as alegações apresentadas originalmente por publicações eslovenas. "Não houve intenção de afirmar ou sugerir que a Mrs.Trump trabalhou na 'indústria do sexo'. Pelo contrário, o artigo do Daily Mail frisava que não havia provas dessas alegações. O objetivo do artigo era destacar que essa alegações poderiam prejudicar a eleição presidencial dos EUA, mesmo que fossem falsas", lê-se.

Melania Trump, 46 anos, nasceu na Eslovénia e mudou-se para os EUA para trabalhar como modelo na década de 90. Casou-se com Donald Trump, 70 anos, em 2005.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG