Leia os títulos do DN deste domingo

Veja já em pormenor a capa do jornal que encontra de manhã nas bancas.

Nacionalidade. Processos deviam demorar 30 dias mas serviços levam até 11 meses. É esta a manchete do DN deste domingo.

Ministério da Justiça admite que os tempos estão muito acima de todos os prazos estabelecidos na lei, mas justifica-o com o "aumento exponencial" de pedidos. Em 2021, com a pandemia, deram entrada cerca de 11 mil novas requisições por mês.

Na foto, o sonho cumprido de José Ferreira, o homem que ficou conhecido na reportagem do DN por ser o último habitante de Casas da Serra. Deixou a aldeia de um homem só para ver o FC Porto no Dragão, que se destaca na liderança.

Destaque ainda para: Água engarrafada vale 266 mil milhões no mundo.

E na série Portugal 2022, Margarida Cascais Tomé, presidente da SIBS: "Estamos a assistir a uma transformação incrível nas nossas vidas e na vida das empresas".

Outros títulos

Teresa Freire. Psicóloga defende regresso às aulas presenciais: "Saúde mental é prioridade"

Exportações. Vinho em alta, sapatos a cair: pandemia baralha contas ao Brexit

Explicador. O que muda nos direitos dos consumidores

Embaixador do Irão: "Anterior governo de Teerão pôs os ovos todos na cesta do acordo nuclear"

Cinema. Estreias e surpresas dos Globos de Ouro

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG