Jornalista belga vítima de assédio sexual em direto

Esmeralda Labye revela que ficou "em choque" quando sentiu uma mão no seu peito, em pleno direto

Uma repórter belga foi sexualmente assediada por dois homens, enquanto fazia uma emissão em direto no famoso carnaval de Colónia, na Alemanha.

"Primeiro, eles estavam apenas a fazer caretas atrás de mim. Mas depois, uma mão pousou no meu peito e fiquei em choque", avançou Esmeralda Labye ao jornal "The Local", pouco tempo depois do incidente.

Mais tarde, a jornalista da estação pública belga (RTBF) partilhou mais detalhes com o "Daily Mail". "Um homem sussurrou ao meu ouvido 'Queres dormir comigo hoje?'. E consegui ver nas filmagens que a pessoa atrás de mim mimou uma cena obscena. À minha esquerda, consegui também ver um homem que fez uma asneira para a câmara. Muitas vezes, até. Pensei, logicamente, que não haveria problema, dada a elevada presença policial".

Entretanto, as autoridades alemãs já garantiram que estão a investigar o caso. Segundo o The Local, a probabilidade de os dois suspeitos serem apanhados é bastante elevada, uma vez que foram filmados pelas câmaras.

Já foi enviado um pedido de desculpas à jornalista belga por parte da cidade de Colónia. Esta foi uma das regiões mais afetadas pela onda de assédios sexuais e assaltos registados na noite de Ano Novo. Por esse motivo, a polícia local decidiu duplicar o número de agentes de patrulha nas ruas para 2500.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG