Jornal confunde Alec Baldwin com Donald Trump

A sátira que o ator norte-americano faz ao presidente dos Estados Unidos no programa "Saturday Night Live" confundiu a publicação

É possível confundir Alec Baldwin e Donald Trump? Sim. Aconteceu na República Dominicana, com um jornal de distribuição nacional. O El Nacional confundiu o ator, que tem uma sátira ao presidente norte-americano no programa Saturday Night Live, com o verdadeiro presidente dos Estados Unidos.

Para ilustrar uma notícia sobre a posição de Donald Trump perante a política de colonatos de Israel, o jornal publicou uma imagem de Alec Baldwin (na pele de Donald Trump) ao lado do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu.

"O El Nacional publicou na sexta-feira uma fotografia do ator Alec Baldwin, que imita num programa de televisão o presidente dos Estados Unidos. A fotografia foi enviada nesse dia pela Associated Press (AP) como nome do ator e a informação sobre o programa, mas foi publicada como se fosse de Trump, situação que passou despercebida a todos os que editaram a página 19", explicou a publicação em comunicado, acrescentando um pedido de desculpas "aos leitores e a todos os que se sentiram afetados".

Alec Baldwin tem um segmento de sátira a Trump no programa Saturday Night Live, da NBC, onde veste a pele de uma personagem a que chama de Drumpf. A imitação já levou o presidente norte-americano a afirmar que o ator "não tem piada", ao que este respondeu com sugestões para o seu mandato.

A notícia em que o jornal trocou as fotografias dizia respeito ao facto de a Casa Branca ter dito que a construção de novos colonatos israelitas ou a expansão de existentes "pode não ajudar" a assegurar a paz no Médio Oriente.

"Apesar de não acreditarmos que a existência dos colonatos seja um impedimento à paz, a construção de novos colonatos ou a expansão de colonatos já existentes além das atuais fronteiras pode não ajudar", disse o porta-voz Sean Spicer, o que rompeu com a postura anteriormente assumida por Donald Trump de total defesa dos colonatos israelitas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG