Facebook registou histórico de chamadas e mensagens

Utilizadores com dispositivos Android descobriram estas informações, mas empresa diz que é normal

Alguns utilizadores da rede social Facebook descobriram que a mesma guarda o histórico de chamadas e SMS nos dispositivos Android, contactos esses feitos pelo menos até outubro de 2017.

Além destes registos, o Facebook guarda ainda a data e o horário do telefonema ou SMS, se a ligação foi concluída, quanto tempo durou e ainda o número e o nome do contacto para o qual foi feito o telefonema ou enviada a mensagem.

De acordo com algumas informações, o Facebook estará a solicitar acesso a este tipo de informações para melhorar um algoritmo de recomendação de amigos, distinguindo os contactos que possam ser comerciais das verdadeiras amizades dos utilizadores da rede social.

"Lançámos esta característica para utilizadores de Android há um par de anos. Os importadores de contactos são bastante comuns entre as aplicações e serviços sociais como uma forma de encontrar mais facilmente as pessoas com quem queremos falar. Isto foi apresentado pela primeira vez no Messenger em 2015 e depois como opção no Facebook Lite, uma versão mais ligeira do Facebook para Android", revelou a empresa em comunicado.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.