As imagens de "África que os media não mostram" invadem as redes sociais

Uma campanha no Twitter quer a alterar a imagem que as pessoas têm do continente. Foram partilhadas milhares de fotografias que revelam um lado diferente daquele que normalmente os media difundem

Miséria, doença, guerra e fome são as imagens frequentemente associadas a África. Seja pelos conflitos no Sudão do Sul, os surtos de Ébola na Nigéria ou a seca no Zimbabwe e em Moçambique, apenas os aspetos negativos do dia a dia no continente chegam aos outros países.

Para combater os estereótipos atribuídos ao continente e mostrar que África é mais do que isso, foi criada uma campanha no Twitter, com a hasgtag "The Africa the media never shows you", a África que os meios de comunicação nunca lhe mostram, em português. Uma ideia que voltou a ganhar força nas redes sociais esta quarta-feira, que é dia de África.

A campanha foi criada em 2015 por um utilizador desconhecido, mas foi Diana Salah, uma jovem da Somália que vive nos Estados Unidos da América, quem a divulgou pelo mundo das redes sociais.

"Eu envolvi-me porque quando era mais nova sentia vergonha do meu país, por causa das imagens negativas que pintavam África como um continente desolado", afirmou a jovem de 22 anos, numa entrevista à revista Fusion. "Eu habituei-me a ouvir perguntas sobre se nasci numa cabana e comentários maldosos sobre doenças e pobreza".

A hashtag foi utilizada e partilhada mais de 54 mil vezes em uma semana.

Utilizadores de todo o mundo aproveitam a hashtag para partilhar fotografias bonitas do continente e mostrar que África tem mais para oferecer do que o que vemos habitualmente.

Desde imagens de praias, desertos, rios e outras paisagens naturais a cidades, universidades e animais, tudo foi partilhado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG