A Wikipédia inventou o rei português D. Jimenex. Há mais mentiras

Uma aldeia turística em Portugal que nunca existiu e um demónio semelhante a Jesus Cristo. Conheça as invenções que mais tempo estiveram online

Se nem tudo o que se encontra na Web corresponde à verdade, o que está escrito na Wikipédia - uma plataforma que conta com a contribuição de anónimos - segue, naturalmente, o mesmo princípio. Apesar de muitos dos erros serem corrigidos, houve mentiras que duraram décadas (ou cinco minutos). Na lista das falácias que foram sendo veiculadas através da enciclopédia virtual também surgem uma aldeia portuguesa que nunca existiu e uma batalha imaginária.

A aldeia "histórica" de "Manão" esteve online durante quatro anos e dois meses - foi apagada a 14 de julho de 2011 - e teria sido fundada em 1277 pelo rei D. Jimenex (que nunca existiu). Mas foi preciso ainda mais imaginação para apurar a história do falso "Conflito de Bicholim".

Segundo o jornal Público, esta entrada falsa na Wikipédia contava a (longa) história de uma guerra que teria durado entre 1640 e 1641. os oponentes eram Portugal e o Império Marata. A mentira durou cinco anos (só foi apagada em 2012).

A Wikipédia deteta muitos erros e imprecisões -. que vão sendo corrigidos - e até criou uma lista com as mentiras que têm enganado (e entretido) os internautas.

Aqui estão as que estiveram mais tempo ativas.

1. Bine, um demónio mitológico.

Durante 12 anos e quatro meses (foi apagado em agosto de 2017). existiu - mas só na Wikipédia - um demónio da mitologia acadiana, que era filho de um carpinteiro e tinha morrido e ressuscitado. Parece-lhe familiar? As semelhanças a Jesus Cristo faziam parte da mentira, detetada por um editor que estranhou não existir uma única referência na entrada criada por um anónimo.

2- Milk Studios, era uma vez uma empresa na Suécia

Durou 11 anos e 8 meses esta falsa entrada. Uma empresa de produtos de papelaria, com 30 anos de experiência e que tinha fábricas na Suécia, Noruega e EUA. Porquê que foi inventada? É um mistério. A desconfiança veio também da falta de referências sobre a Milk Studios.

3- O inventor do "cream soda"

Durante 11 anos e 5 meses muitos acreditaram que tinha sido George K. Broomhal, um general que lutou pelos unionistas na guerra civil norte-americana, a criar esta bebida com sabor a baunilha. Sim, adivinhou, era mentira.

4- Quem quer gravar a nova série da HBO?

Talvez ninguém tenha tentado, até porque Sheer Perfection, a série que a HBO ia estrear em 2006, nunca existiu... Esteve presente na enciclopédia online 11 anos.

5- O violador que só atacava obesas

Podia ser um enredo de um filme, mas queria fazer-se passar por referência histórica: Jack Robichaux tinha sido um violador do século XIX, que atacava mulheres obesas na cidade de Nova Orleães. Esteve na Wikipédia durante dez anos ate que alguém se lembrou de ir confirmar a existência deste "novo"Jack. Nunca existiu.

Exclusivos

Premium

Nuno Severiano Teixeira

"O soldado Milhões é um símbolo da capacidade heroica" portuguesa

Entrevista a Nuno Severiano Teixeira, professor catedrático na Universidade Nova de Lisboa e antigo ministro da Defesa. O autor de The Portuguese at War, um livro agora editado exclusivamente em Inglaterra a pedido da Sussex Academic Press, fala da história militar do país e da evolução tremenda das nossas Forças Armadas desde a chegada da democracia.

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Dos pobres também reza a história

Já era tempo de a humanidade começar a atuar sem ideias preconcebidas sobre como erradicar a pobreza. A atribuição do Prémio Nobel da Economia esta semana a Esther Duflo, ao seu marido Abhijit Vinaayak Banerjee e a Michael Kremer, pela sua abordagem para reduzir a pobreza global, parece indicar que estamos finalmente nesse caminho. Logo à partida, esta escolha reforça a noção de que a pobreza é mesmo um problema global e que deve ser assumido como tal. Em seguida, ilustra a validade do experimentalismo na abordagem que se quer cada vez mais científica às questões económico-sociais. Por último, pela análise que os laureados têm feito de questões específicas e precisas, temos a demonstração da importância das políticas económico-financeiras orientadas para as pessoas.