"A SIC não se revê no comentário" da taróloga

Taróloga Carla Duarte Taróloga aconselhou "amor" contra violência doméstica

"A SIC não se revê no comentário feito pela colaboradora do programa A Vida nas Cartas - O Dilema, Carla Duarte, pelo que esta situação já foi discutida entre a estação e a taróloga em causa e onde foi expresso o desagrado perante tais afirmações", anunciou a estação de Carnaxide em comunicado enviado esta tarde às redações.

O caso refere-se ao conselho dado por Carla Duarte a uma espectadora, que disse em direto ser vítima de violência doméstica "há mais de 40 anos". "Você escolheu este homem e independentemente de tudo, por enquanto é com ele que vai ficar", disse a taróloga. "Quando damos amor, recebemos amor, mesmo que seja em menos quantidade. Quando damos violência, recebemos violência. Se recebe violência, corte este ciclo e não dê violência por muito difícil que isso seja. O problema dele é ele próprio", acrescentou.

Ainda na mesma nota, a SIC "condena veementemente qualquer ato de violência e sempre contribuiu para a discussão e esclarecimento sobre este problema social nos seus espaços informativos e na sua ficção". "Também os programas de daytime tratam deste tema com a maior seriedade, respeito e repudio por este tipo de crime público. O exemplo mais atual é o programa E Se fosse Consigo?, que como já anteriormente anunciado, abordará o tema da violência doméstica, na próxima segunda-feira. Portanto o envolvimento e o empenhamento da SIC nesta matéria são inequívocos", frisou.

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) também já condenou os conselhos dados pela taróloga. "É uma pena o que foi dito. Os meios de comunicação social têm sido uma plataforma de promoção dos direitos das vítimas de violência doméstica e é com muito desagrado que vemos uma situação destas, que pode não representar uma emissora de televisão, mas que para um programa para determinado target - sobretudo feminino - vai contra tudo aquilo que tem sido feito", adiantou Daniel Cotrim, assessor técnico da direção da APAV, ao nosso jornal.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG