A fotografia do casal Obama de mãos dadas que é um recado para Trump

Fotógrafo de Obama na Casa Branca não deixou escapar ocasião para, indiretamente, comentar o vídeo em que Melania recusa dar a mão a Donald Trump

O fotógrafo oficial da Casa Branca durante a presidência de Obama, Pete Souza, publicou no Instagram uma imagem de Michelle e Barack Obama de mãos dadas num evento público que está a ser interpretada como uma indireta para Donald Trump. Isto porque circula nas redes sociais um vídeo que mostra Melania Trump a dar uma palmada na mão do marido quando este tenta alcançá-la para lhe dar a mão.

O momento constrangedor entre o casal Trump aconteceu esta segunda-feira, durante uma visita oficial a Israel, e tornou-se viral.

Na imagem publicada pelo fotógrafo Pete Souza esta terça-feira, vê-se o casal Obama de mãos dadas, num momento em que parecem estar distraídos. A fotografia foi tirada em março de 2015, na cerimónia do 50º aniversário das marchas pelos direitos civis de Selma a Montgomery.

"Quando olhei rapidamente para o palco vi que o presidente e a primeira-dama estavam de mãos dadas enquanto ouviam as declarações de John Lewis", explicou Souza numa entrevista ao Business Insider. "Consegui tirar algumas fotografias antes de eles começarem a aplaudir e o momento ter desaparecido".

A legenda da imagem diz apenas "de mãos dadas".

Pete Souza tem sido acusado de mandar recados à administração de Trump através das fotografias que publica nas redes sociais.

Quando Trump assinou uma ordem executiva que proibia a entrada de pessoas vindas de sete países muçulmanos, Souza publicou uma fotografia de Obama com uma menina muçulmana, na Malásia.

Após ter sido noticiado que as relações diplomáticas entre os Estados Unidos e o México e a Austrália se estavam a deteriorar devido às ações de Donald Trump, Souza publicou fotografias de Obama em reuniões com o presidente do México, Enrique Peña Nieto, e com o primeiro-ministro da Austrália, Malcom Turnbull.

Em ambas as fotografias, os líderes aparecem a sorrir ou num aparente ambiente descontraído.

Quando Trump foi criticado por ter nomeado poucas mulheres para altos cargos da administração, o fotógrafo de Obama publicou uma imagem das conselheiras do ex-presidente durante uma reunião na sala oval.

No dia em que a revista alemã Der Spiegel publicou na capa uma fotografia de Trump a decapitar a Estátua da Liberdade, Souza publicou uma fotografia de Obama e a chanceler Angela Merkel. Mais uma vez, os líderes estavam num ambiente descontraído.

Nas redes sociais, as publicações de Souza são muito elogiadas pelos utilizadores que interpretam o duplo sentido das fotografias.

O casal Obama era frequentemente fotografado de mãos dadas ou abraçados em público.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG