Yvonne Farrell e Shelley McNamara curadoras da Bienal de Veneza Arquitetura 2018

As curadoras nomeadas para a Bienal de Veneza de Arquitetura 2018 Yvonne Farrell e Shelley McNamara escolheram o tema "Freespace" para a próxima edição do evento, que decorrerá naquela cidade italiana, foi hoje anunciado.

De acordo com o sítio ´online´ da Bienal de Veneza, a próxima edição dedicada à arquitetura vai decorrer de 26 de maio a 25 de novembro, com a abertura para profissionais a 24 de maio.

A 16.ª Exposição Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza terá "Freespace" como tema, descrito como "uma generosidade de espírito e um sentido de humanidade no centro da agenda da arquitetura, focado na qualidade do espaço".

As duas curadoras nomeadas pela Bienal de Veneza fundaram o estúdio Grafton Architects em 1978, em Dublin, na Irlanda, conquistando entretanto numerosos prémios, nomeadamente o World Building of the Year 2008 pelo projeto da Universidade Luigi Bocconi, em Milão, Itália.

Na visão das curadoras da Bienal 2018, "Freespace" celebra "a capacidade da arquitetura de encontrar uma generosidade adicional e inesperada em cada projeto, mesmo nas condições mais privadas, defensivas, exclusivas ou comercialmente restritivas".

O objetivo é "encorajar os arquitetos a rever formas de pensamento, criar outras maneiras de ver o mundo, e inventar soluções em que a arquitetura pode prover para o bem-estar e a dignidade de cada cidadão neste frágil planeta".

Para o presidente da Bienal, Paolo Baratta, a próxima edição "vai continuar a investigar a relação entre a arquitetura e a sociedade civil".

"A separação da arquitetura em relação à sociedade civil, causada pela crescente dificuldade em expressar as suas próprias necessidades e encontrar respostas apropriadas, levou a desenvolvimentos urbanos dramáticos, cuja expressão principal é a ausência de espaços públicos, ou o crescimento de áreas dominadas pela indiferença nos subúrbios e periferias das nossas cidades", comentou o responsável.

A Bienal de Veneza de Arquitetura 2018 vai apresentar as representações nacionais nos pavilhões habitualmente expostos nos Giardini, e Arsenale, e no centro histórico de Veneza.

Na última edição, em 2016, Portugal esteve representado pelo projeto "Neighbourhood -- Where Álvaro meets Aldo", com base no projeto do arquiteto português Álvaro Siza Vieira para um bairro social em Veneza.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG