Vinhos em destaque no Folio para mostrar como as mulheres revolucionaram o setor

A entrada das mulheres no mundo dos vinhos revolucionou o setor e fomentou o aumento do enoturismo, segundo a produtora Sofia Martins, oradora numa palestra do festival internacional de literatura Folio, em Óbidos, onde vinhos e livros se associaram.

"É difícil trabalhar num meio em que a palavra final é conhecida por ser dos homens", mas ao qual a sensibilidade feminina trouxe nos últimos anos "grandes mudanças", defendeu, em declarações à Lusa, Sofia Martins, que participou no fim de semana na palestra "As mulheres revolucionando o mundo dos vinhos".

No seu entender, a sensibilidade feminina "mudou a produção, a imagem e a capacidade de abrir portas, o que fez com que o enoturismo tivesse tido um grande aumento e que haja um enriquecimento da mesa, do vinho e da história".

O papel da mulher, acrescentou, revelou-se ainda em "rótulos completamente impensáveis há cinco anos, muitos deles de casas de mulheres" que tomaram em mãos o desafio de "mostrar o que está por trás de uma garrafa, de um rótulo, de uma rolha".

A "dedada do sexo feminino" sobretudo no aumento da atratividade do vinho nacional, revolucionou igualmente o mercado, onde o marketing é cada vez mais feito por mulheres, como foi sublinhado no Folio.

No encontro que casou vinho e livros no feminino, "a palavra" foi rainha na intervenção de Babi Pereira, consultora de imagem e autora de um blogue em que regularmente há sugestões sobre vinhos, escolhidos, precisamente, "pelas palavras do rótulo".

Um "João Pires, se o anfitrião é João" ou um "Sossego", para um convívio calmo, são dois exemplos.

Este ano o Folio integra o Óbidos Wine Fest, uma iniciativa com programação própria e que junta seis produtores "relançando e lançando vinhos históricos e novas marcas da região de Lisboa" explicaram os organizadores.

A ideia é " fornecer uma ferramenta de maior competitividade para os produtores agrícolas através de um marketing capaz e associado a práticas mais sedutoras e de valorização dos vinhos da região", acrescenta a informação divulgada pelos mentores do evento, que ao longo do festival promove provas vínicas comentadas, conversas e momentos culturais.

Sob o tema "Revoluções Revoltas e Rebeldias", o Folio, que na quinta-feira passada abriu portas em Óbidos, desenvolve-se em cinco capítulos - Autores, Folia, Educa, Ilustra e Folio Mais.

Vinte e nove mesas de autores, dez exposições, 15 conversas e um seminário internacional marcam o programa da terceira e mais internacional edição do festival, que se prolonga até ao dia 29, no distrito de Leiria.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG