Suspeito de violar rapariga em Aveiro começa a ser julgado em março

O Tribunal de Aveiro vai começar a julgar no mês de março um homem de 48 anos suspeito de ter violado uma rapariga de 25 anos, junto à Praça do Peixe, naquela cidade.

O arguido encontra-se em prisão preventiva à ordem de outro processo relacionado com o abuso sexual de uma criança de 11 anos, em Anadia, estando ainda a ser investigado pelo sequestro e coação sexual de uma rapariga portadora de incapacidade física, em Oliveira do Bairro.

Os investigadores definem o suspeito como um "predador sexual", que seleciona as suas vítimas, baseado na sua vulnerabilidade, seja em razão da idade, da incapacidade física ou de incapacidade de reação.

Os factos que vão agora a julgamento ocorreram no dia 28 de janeiro de 2017, cerca das 03:45, quando o arguido abordou uma rapariga, que se dirigia para a sua viatura depois de ter estado a consumir bebidas alcoólicas com amigos, junto à Praça do Peixe, em Aveiro.

O arguido terá então obrigado a vítima a entrar para a sua viatura, através do uso da força, e dirigiu-se para uma zona erma situada próximo da ponte de São João.

Depois, violou-a com o recurso à força física e contra a vontade da vítima, aproveitando-se da diminuída capacidade em que esta se encontrava, e abandonou o local, refere a acusação.

A vítima acabaria por ser socorrida por um popular que a achou na via pública e que a levou até ao hospital.

O arguido já teve vários períodos de reclusão pela prática de crimes de atentado ao pudor, abuso sexual de crianças, furto, tráfico de droga e violência doméstica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG